Clicky

Wrigley's conta história de amor em mais um comercial arranca-lágrimas

Wrigley’s conta história de amor em mais um comercial arranca-lágrimas

Dois anos depois, marca tenta repetir o sucesso de “Origami”

por Carlos Merigo

Existe essa onda de comerciais depressivos/emocionantes vindos do sudeste asiático que eu, particularmente, não compro. Geralmente são melodramas longuíssimos, que me causam o efeito contrário pretendido originalmente pela ideia. Mas como minha opinião não importa, são sucessos virais indiscutíveis, e vez ou outra aparece alguma marca tentando repetir a fórmula.

A Wrigley’s mesmo fez isso em 2013, com o hit “Origami”, que em suas diversas versões oficiais acumula cerca de 30 milhões de visualizações. Tudo mais adaptado ao gosto ocidental, é claro, com sentimentalismo mais contido e mais curto.

Agora, em 2015, lançam uma espécie de sequência daquele comercial com a história de amor de Sarah e Juan. O conceito é o mesmo, com o chiclete servindo de conexão entre as pessoas e protagonismo dos papeizinhos que envolvem o produto. Desta vez, a tentativa de arrancar lágrimas vem acompanhada da versão de “Can’t Help Falling in Love” cantada por Haley Reinhart.

O filme é bonitinho, mas falha em não confiar no espectador. Da mesma maneira que no anterior, “Origami”, marca e agência acham necessário repetir cenas em flashback para garantir que as pessoas realmente entendam o que está acontecendo. Completamente dispensável (e corta clima) também a frase do locutor no final, lendo o slogan da campanha.

A criação é da Energy BBDO.

Compartilhe: