snapstore

Snapchat abre sua própria lojinha dentro do aplicativo

Snap Store por enquanto só vende pelúcias do hot dog dançante e suéteres do logo da empresa

por Pedro Strazza

Enquanto o Instagram segue ampliando a janela e as possibilidades para anunciantes no Stories, o Snapchat está testando seu próprio valor comercial para se manter vivo no mercado. Nesta última quinta-feira (1), a empresa lançou uma loja virtual própria dentro de seu aplicativo, uma seção nova e intitulada Snap Store onde os usuários podem comprar itens relacionados ao universo proporcionado pela companhia na rede, como um suéter com o fantasminha linguarudo que é logo da empresa ou uma pelúcia do hot-dog dançante.

Para entrar na lojinha, você pode escanear o QR code disponível no site do Snapchat ou esperar aparecer o item para o ambiente na área Discover do app, que aparecerá de vez em quando entre os conteúdos profissionais criados por anunciantes ou para lives de shows.

Esta não é a primeira vez que o Snapchat vende produtos licenciados. Anteriormente a empresa chegou a colocar alguns merchans para vender na Amazon, além de disponibilizar para a compra os Spectacles, os óculos-filmadoras que se conectam com o aplicativo.

O lado curioso desta medida comercial realizada pela empresa está na verdade na manobra de colocar a loja dentro do próprio aplicativo. É de se imaginar que o interesse maior do Snapchat esteja não no lucro da venda dos suéteres e sim no comportamento dos usuários perante uma seção de compras no aplicativo. Será um bom teste para determinar aonde melhor colocar uma área dessas na rede social e analisar se há um mercado em potencial dentro de suas próprias fronteiras.

A Snap Store por enquanto só funciona nos Estados Unidos.

Compartilhe: