Clicky

Pouco Pixel 128 - Por que gostamos de video games antigos?

Pouco Pixel 128 – Por que gostamos de video games antigos?

Deve ter algum motivo

por Pouco Pixel

Em 1992 não havia opção. Mas em 2018, com tanto jogo legal disponível, por que raios jogamos video game velho? Adriano Brandão e Danilo Silvestre discutem as diferenças entre games modernos e games “pouco pixel” e se perguntam: será que a graça do jogo antigo não está, em boa parte, fora dele? O que é mais divertido, jogar “Pac-Man” ou analisar “Pac-Man”? Qual é o papel da nostalgia nessa história toda?

[Grandes assuntos merecem ser revisitados. Este é um episódio da série Remastered, que aborda, com conteúdo 100% novo, os temas dos primeiros dias do Pouco Pixel. O podcast desta semana é uma releitura inédita do episódio #0, de abril de 2015.]

Download | iTunes | Android | Feed | Spotify

00:08:31 – Tema
01:00:20 – Telecatch

Pouco Pixel: os jogos, os livros

Fique ligado! Em breve, mais informações sobre os livros do Pouco Pixel: a história dos video games em 200 jogos.

Seja um mecenas esclarecido!

Contribua com o Pouco Pixel e faça parte de um grupo privilegiado que não somente participa do nosso grupo secreto no Facebook, com muita interação e papos aleatórios exclusivos, como também recebe antecipadamente os episódios do podcast! Tudo isso por somente 10 reais por mês – mais barato que suco de shopping.

Os famosos links no post

JAMAIS OUÇA o episódio #0 do Pouco Pixel
O Danilo também faz os podcasts Bola Presa, sobre basquete (especificamente, NBA), e Tabulices, sobre jogos de tabuleiro
O Adriano está participando do podcast Oêa, sobre a Copa do Mundo
Como sprites funcionam no Nintendinho e por que eles às vezes piscam?
Wolfenstein 3D” foi lançado em 1992, “Doom” em 1993 e “Quake” em 1996; “GoldenEye 007” veio depois de todos eles, em 1997
Phantasmagoria” (1995) e o primeiro “Gabriel Knight” (1993) vieram depois de “Alone in the Dark“, de 1992
Estamos de férias! Voltamos no começo de agosto

Nosso som

O tema de abertura do Pouco Pixel foi composto pelo Rodrigo Faleiros, da Wagging Tail. Conheça o trabalho dele! Já as vinhetas e a trilha sonora de fundo são do Azureflux.

Compartilhe: