Metrô de Paris muda nome de estações em homenagem à vitória da França na Copa do Mundo

Seis estações parisienses amanheceram renomeadas em homenagem à seleção bicampeã do mundo; ingleses e belgas também entraram na brincadeira

por Pedro Strazza

A França neste domingo se tornou bicampeã da Copa do Mundo ao vencer a seleção croata por 4 a 2 em Moscou, voltando a erguer a taça criada pela FIFA depois de exatos vinte anos do primeiro título em 1998. Não faltaram comemorações entre os franceses, é claro, com milhares de torcedores celebrando a conquista do campeonato na Champs-Élysées antes que uma pequena confusão estourasse na avenida.

O clima de alegria é tamanho que algumas das próprias instituições públicas francesas resolveram entrar na festa. O sistema de transporte público parisiense, por exemplo, amanheceu hoje (16) com seis estações renomeadas em homenagem a membros da seleção, numa demonstração de orgulho futebolístico que deve durar até o fim da “ressacada da vitória”.

As seis estações escolhidas foram a Notre-Dame des Champs e a Champs Elysées-Clémenceau, que foram renomeadas respectivamente de Notre Didier Deschamps e Deschamps Elysées-Clémenceau em referência ao técnico do time, Didier Deschamps; a Victor Hugo, que se tornou Victor Hugo Lloris por um dia para celebrar o capitão da esquadra bicampeã, o goleiro Hugo Lloris; a estação Bercy, agora intitulada de Bercy Les Bleus (um trocadilho com “Merci Les Bleus”, francês para “Obrigado aos Azuis”); a Charles de Gaulle-Etoile, que virou “On a 2 Étoiles” (outro jogo de palavras que significa “Nós temos 2 estrelas” em francês) e a parada Avron, tornada Nous Avron Gangné (“Nós ganhamos”) por um dia. Confira imagens das estações renomeadas abaixo.

Por mais que só tenha havido um campeão, outras nações curiosamente também entraram na brincadeira. O metrô de Londres, por exemplo, fez uma pequena homenagem à seleção nacional mesmo ela não tendo conseguido chegar à final da Copa do Mundo deste ano (e dar uma cerveja grátis à torcida no processo), renomeando em caráter temporário a estação Southgate de Gareth Southgate para agradecer ao técnico do time por uma das melhores campanhas da Inglaterra no torneio desde sua única vitória em 1966 – a seleção chegou a um honrado quarto lugar no torneio. Confira abaixo.

Já o metrô belga comemorou o histórico terceiro lugar da seleção na Copa renomeando uma das estações de Bruxelas em homenagem a Eden Hazard, jogador que foi um dos principais destaques do evento: a famosa parada Arts-Loi será chamada por um dia de Hazarts-Loi.

O único dos quatro semifinalistas que por enquanto não mostrou ter feito nenhuma celebração do tipo foi a Croácia, que também alcançou uma marca história na Copa ao chegar pela primeira vez na final do torneio.

E no Brasil, como você acha que aconteceria esta brincadeira? Deixa nos comentários sua resposta!

(Créditos da foto de capa: AP Photo/Thibault Camus)

Compartilhe: