Empreendedorismo sem Maquiagem — Ep. 3: O que fazer com a falta? • B9

Ep. 3: O que fazer com a falta?

Ouvir Ep. 3: O que fazer com a falta? no Spotify
Ouvir Ep. 3: O que fazer com a falta? no Google Podcasts
Ouvir Ep. 3: O que fazer com a falta? no Apple Podcasts
Ouvir Ep. 3: O que fazer com a falta? no Pocket Casts
Ouvir Ep. 3: O que fazer com a falta? no Pocket Casts
Ouvir Ep. 3: O que fazer com a falta? no Pocket Casts
Capa - Ep. 3: O que fazer com a falta?

Diálogos de peito aberto

Mamilândia, o mês da mulher chegou. E como sempre, vamos usar esse momento para celebrar conquistas e avanços, sem deixar de refletir sobre o que falta para conquistarmos a equidade tão desejada e batalhada pelas mulheres há tantos séculos.

Por isso, a Americanas Marketplace nos procurou para refletir um pouco sobre empreendedorismo da perspectiva das mulheres – afinal, o empreendedorismo feminino disparou desde a pandemia. E ao analisar esse fenômeno, a gente aprende muito sobre o empresariado brasileiro, o mercado de trabalho e diversas questões sociais que atravessam cada lojinha, página virtual ou estoque no Brasil.

Chamamos Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora, para uma conversa inspiradora sobre empreendedorismo feminino com Cris Bartis e Ju Wallauer – que vivem na prática os desafios da mulher empreendedora. Essa conversa é atravessada por depoimentos reais de mulheres que reorganizaram a partir de lojas na Americanas Marketplace.

Já falamos de motivação e formação, mas no terceiro episódio dessa minissérie, vamos revisitar aquele ditado que diz que não se pode ter tudo. O que fazer com aquilo que até precisamos, mas ainda nos falta? Ana demonstra métodos para escolher, delegar e decidir do que abrir mão e quando na hora de abrir uma empresa, enquanto Ju e Cris compartilham algumas histórias de seu processo de empreendedorismo, assim como nossas convidadas, Misleide e Misleia, que voltam para contar como lidaram com as ausências nos primeiros meses de seu negócio.





AMERICANAS MARKETPLACE

Dentre os muitos aprendizados dessa minissérie, chamamos a atenção para pelo menos um deles: não importa qual sua caminhada ou propósito na vida, você sempre vai precisar de alguma ajuda.

Nenhuma das mulheres que participaram dessa conversa, incluindo nós duas, nasceu conhecendo o caminho até o empreendedorismo. E muitas vezes, se não pedimos ajuda, não foi por falta de vontade – mas de oportunidade.

Para nossas convidadas, o impulso que as tornou empreendedoras profissionais, foi a Americanas Marketplace. Um robusto sistema de vendas on-line, pensado para ser a casa do negócio desde quem está começando a empreender, e de quem já está mais adiante.

Um sistema que posiciona seus produtos nas maiores lojas digitais do Brasil, ajudando a profissionalizar seus sonhos. Se você entrou por necessidade, consegue abrir a loja e testar o que dá mais certo. E se vende algo de nicho, tem contato com o país todo apenas por um clique.

Na nossa conversa, a Ana Fontes disse que a grande dificuldade pra quem empreende é planejamento, capacitação e contato com a tecnologia. E nisso a Americanas Marketplace não te deixa na mão: são diversos cursos e formações para os usuários da plataforma, com as melhores práticas e caminhos para gerar negócios saudáveis e prósperos.

A gente não sabe se um dia empreender, sendo mulher, vai ser simples. Mas a gente acredita que cada novidade nos ajuda a diminuir o peso, e a seguir na direção correta. Acesse agora o site da Americanas Marketplace e dê a chance de uma virada para seu negócio.



FALE CONOSCO

. Email: [email protected]

. Facebook: aqui

. Twitter: aqui

. Instagram: aqui

. LinkedIn: aqui

. Youtube: aqui


CONTRIBUA COM O MAMILOS

Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão.

https://www.catarse.me/mamilos



EQUIPE MAMILOS

Mamilos é uma produção do B9

A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer

Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br

Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza.

O apoio à pauta e pesquisa foram de Hiago Vinícius e Jaqueline Costa.

A edição foi de Mariana Leão e Gabriel Pimentel e as trilhas sonoras, de Angie Lopez.

A identidade visual é de Bárbara Siewert.

A publicação ficou por conta do Agê Barros.  

O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo.

O atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane e Telma Zenaro.