George Clooney irá dirigir e protagonizar filme pós-apocalíptico para Netflix

“Good Morning, Midnight” acompanha cientista e astronauta isolados e que precisam lidar com dramas existenciais

por Matheus Fiore

Com o roteiro inspirado no romance de 2004 “Good Morning, Midnight”, de Lily Brooks-Dalton, a Netflix está trabalhando em um novo filme original de futuros pós-apocalípticos. O tema, que é comumente abordado em obras de ficção científica, se fez presente em alguns projetos importantes e recentes do serviço de streaming, como “Bird Box” e “O Silêncio”.

O roteiro será escrito por Mark L. Smith, responsável por “Operação Overlord” e o multipremiado “O Regresso”, e terá participação de George Clooney tanto como protagonista e diretor. A obra de Brooks-Dalton conta a história de dois sujeitos – um cientista solitário no Ártico e um astronauta que tenta voltar à Terra – que lidam com questões pessoais como amor, arrependimento e sobrevivência enquanto precisam encontrar uma forma de lidar com o novo mundo onde vivem.

Apesar de ser lembrado principalmente por sua carreira como ator, Clooney não é novo na carreira de direção. O artista já dirigiu obras como “Confissões de uma Mente Perigosa” e “Boa Noite, e Boa Sorte” – o último inclusive rendeu uma indicação ao Oscar de Direção em 2006

Ironicamente, George Clooney já interpretou um personagem semelhante ao do astronauta no premiado “Gravidade”, de Alfonso Cuarón. Em “Good Morning, Midnight”, porém, Clooney deve ficar com o papel do cientista isolado no Ártico.

O filme só deverá chegar ao catálogo da Netflix na segunda metade de 2020.

Compartilhe: