Temporada matadora ou conjunto da obra? “Game of Thrones” bate recorde de indicações no Emmy 2019

Apesar de reações divisivas, última temporada acumulou 32 nomeações na premiação, incluindo dez só para atores e atrizes

por Pedro Strazza

Saiu hoje (16) os indicados da 71° edição do Emmy Awards, o principal prêmio da TV norte-americana, e com ele se confirmou a expectativa de que “Game of Thrones” dominaria a lista de cabo a rabo na parte de drama. O impacto da última temporada da série da HBO, porém, ainda assim surpreendeu, pois além de liderar o ranking de indicações pela quarta vez na história da premiação a produção ainda bateu recordes neste departamento, acumulando inacreditáveis 32 nomeações e chegando a um total de 161 em toda a sua trajetória.

Com isso, “Game of Thrones” se torna oficialmente o seriado com maior número de indicações num único ano dentro do prêmio, superando com tranquilidade o “NYPD Blue” que era o recordista anterior graças a 26 nomeações recebidas em 1994. Não o bastante, a série ainda dominou as categorias de atuação, emplacando 10 artistas de seu elenco no páreo pelos prêmios da classe – além de Kit Harrington e Emilia Clarke serem contemplados nas estatuetas principais, a produção ainda incluiu 4 atrizes e 3 atores nos prêmios de interpretação coadjuvante.

Este domínio tão maçante de “Game of Thrones” no Emmy deste ano, porém, não parece refletir inteiramente o desempenho da última temporada, que acima de tudo dividiu o público ao longo de seus sete episódios. Além de problemas técnicos que incluíram falhas na transmissão da imagem e até aparições de copos de café e garrafas de água, o desfecho da saga pelo Trono de Ferro gerou todo tipo de reação extrema nas redes sociais, incluindo acusações de que a história da produção havia sido descaracterizada e reclamações sobre a pressa com a qual longos conflitos vinham sendo resolvidos – autor dos livros que servem de base para o programa, George R.R. Martin chegou a se manifestar em defesa do final por conta de toda a manifestação contrária.

Isso curiosamente se encontra refletido na lista do Emmy. Embora acumule 32 nomeações e domine categorias inteiras como as de atuação, “Game of Thrones” só foi lembrada apenas uma vez nos prêmios de roteiro, justo o “The Iron Throne” que serve de series finale ao programa.

É inegável a afirmação de que a passagem final da série pela TV estadunidense monopolizou atenções, porém, o que de certa forma justifica a presença maciça no Emmy. Além do penúltimo e último episódios terem firmados novos recordes de audiência para a HBO, todos os capítulos do oitavo ano dominaram as redes sociais durante e depois de sua exibição nas noites de domingo – só para se ter uma ideia, o episódio final rendeu quase um milhão de comentários de brasileiros na noite de sua exibição.

Considerando o legado midiático que a série deixou para a televisão estadunidense, faz sentido que o Emmy dedique tanto espaço de sua premiação ao fim de “Game of Thrones”.

Compartilhe: