52d6f42169beddda509c1526

Produtor de “Bohemian Rhapsody” vai realizar cinebiografia sobre Michael Jackson

Filme será roteirizado pelo autor de "O Aviador", mas ainda não fechou acordo de distribuição com nenhum estúdio

por Pedro Strazza

É a hora e a vez das cinebiografias de grandes artistas do mundo da música. Desde que “Bohemian Rhapsody” surpreendeu na bilheteria e na própria temporada de premiações, projetos similares sobre ídolos de porte similar ao de Freddie Mercury vem se acumulando em Hollywood, de “Rocketman” ao futuro filme sobre David Bowie, passando pela biografia de Elvis que o diretor Baz Luhrmann está desenvolvendo. E qual é o próximo nome da lista? Michael Jackson.

De acordo com o Deadline, o longa-metragem sobre a vida e obra do rei do pop ganhou luz verde na GK Films após o produtor Graham King fechar acordo com os responsáveis pelo espólio do artista sobre os direitos do projeto. Um dos nomes por trás da realização do próprio “Bohemian Rhapsody”, King ainda não chegou a termos com nenhum grande estúdio sobre a distribuição, mas já contratou o roteirista John Logan – com o qual trabalhou em “O Aviador” – para escrever o texto do projeto. Ainda segundo o veículo, a intenção de Logan e King é justamente estruturar primeiro o roteiro para depois circulá-lo entre os grandes estúdios de Hollywood.

Embora as fontes do site digam que o projeto não vai desviar das polêmicas e casos judiciais envolvendo o cantor, a notícia de uma cinebiografia de Michael Jackson concebida por um produtor do filme do Queen naturalmente desperta temor por conta da história confusa e problemática envolvendo o artista. Isso inclui as acusações de pedofilia de Jackson, que este ano foram reavivadas na esfera pública após o lançamento do documentário “Leaving Neverland” trazer à tona novos depoimentos das vítimas do músico e gerar uma grande disputa judicial entre a HBO e os responsáveis pelo legado do artista. É um dilema mais ou menos similar ao musical “MJ The Musical”, atualmente em desenvolvimento e com previsão de estreia na Broadway em 2020.

Vale lembrar também que além de “Bohemian Rhapsody” Graham King atualmente desenvolve uma cinebiografia dos Bee Gees, que já teve distribuição garantida na Paramount Pictures e conta com envolvimento da Amblin e a instituição que cuida do espólio da banda. O filme de Michael Jackson ainda não tem previsão de estreia.

Compartilhe: