walmart

Walmart deve contratar 150 mil trabalhadores para atender à demanda durante a pandemia

Empresa procurou grupos os setores de hotelaria e restauração a fim de empregar justamente pessoas que estejam enfrentando demissões

por Soraia Alves

O Walmart pretende contratar 150 mil funcionários adicionais para trabalhar temporariamente em suas lojas e centros de distribuição, a fim de atender à crescente demanda resultado da pandemia de coronavírus. A empresa também planeja pagar US$ 550 milhões em bônus aos seus funcionários atuais.

As novas contratações do Walmart serão empregadas até o final de maio, com o processo de seleção diminuindo de duas semanas para apenas um dia. Embora os trabalhos sejam temporários, a empresa diz que muitas dessas funções “se converterão em posições permanentes ao longo do tempo”. Para ajudar no processo de contratação, o Walmart diz que procurou grupos dos setores de hotelaria e restauração a fim de empregar justamente pessoas que estejam enfrentando demissões.

O Walmart começou a restringir seu horário de funcionamento nos Estados Unidos, abrindo lojas às 7h e fechando às 20h30. A empresa também anunciou que realizará horários especiais de compras para clientes mais velhos, de 24 de março a 28 de abril, permitindo que esse grupo entre na loja uma hora antes da abertura do público.

No início da semana, a Amazon também anunciou a contratação de 100 mil novos trabalhadores para os seus armazéns de estoques e entregas.

Compartilhe: