lady-gaga-vma-2020

VMA 2020 marca volta das premiações em formato adaptado ao “novo normal”

Com performances pré-gravadas e apresentações ao vivo em ambientes ao ar livre, cerimônia priorizou o distanciamento social e o uso de máscaras

por Soraia Alves

A transmissão do VMA 2020, que aconteceu no último domingo 30/08, marcou a volta das premiações realizadas de forma presencial com direito a red carpet, apresentações especiais, plateia e discurso dos vencedores. Tudo isso porém, foi adaptado ao “novo normal”, seguindo regras de higiene e segurança para evitar o contágio pelo coronavírus, que continua sendo um problema global.

Realizada em Nova York, a cerimônia priorizou o distanciamento social e o uso de máscaras de proteção por todos os participantes. Assim, o evento contou com performances pré-gravadas e apresentações ao vivo em ambientes ao ar livre em diferentes bairros de NY, Los Angeles e na Coreia do Sul (BTS), com público extremamente reduzido ou até mesmo nulo, como na apresentação de The Weeknd.

O famoso tapete vermelho que sempre vê as celebridades desfilando e posando para um grande número de fotógrafos também foi adaptado e reduzido a um espaço mínimo de 3 paredes que faziam o fundo para as fotos. Participaram apenas alguns profissionais e menos de 20 artistas.

A entrega dos prêmios – que são votados pelo público através da internet – garantiu alguns discursos de artistas como Lady Gaga e The Weeknd, que ressaltou o quanto é difícil comemorar qualquer coisa neste momento, e lembrou os protestos contra a injustiça racial que estão acontecendo nos Estados Unidos: “Mais uma vez, é difícil comemorar. Justiça para Jacob Blake e Breonna Taylor”, disse o cantor nas duas vezes que foi premiado na noite com Melhor Vídeo do Ano e Melhor Vídeo de R&B por “Blinding Lights”.

Lady Gaga foi a grande vencedora e a principal estrela da noite, com uma performance especial que, não fossem as máscaras usadas por ela, músicos e bailarinos, não nos lembraríamos do “novo normal”. Gaga ainda foi eleita a Artista do Ano, e ganhou três prêmios com o single “Rain on Me”: Música do Ano, Melhor Colaboração e Melhor Fotografia.

Apesar de marcar a volta das premiações, o VMA deste ano também teve suas polêmicas, começando pelo “boicote” do evento aos britânicos Dua Lipa e Harry Styles, que ficaram de fora das categorias principais da premiação mesmo com trabalhos extremamente significativos. Os dois também recusaram o convite do VMA para se apresentarem na cerimônia.

Após o evento, o público também acusou a MTV estadunidense de racismo por trocar o prêmio “Michael Jackson Vanguard Award” pelo “Tricon Awards“. A hashtag #MTVRacista continua entre os assuntos mais comentados do Twitter até o momento.

Ainda assim, com a bem-sucedida adaptação do VMA às novas regras sociais, outras premiações devem “tomar coragem” para realizar suas edições. O Emmy Awards já confirmou que a edição deste ano também será parcialmente online para manter a segurança dos convidados. O Emmy acontece no próximo dia 20/09.

Compartilhe: