Quantidade de jogadores de “Fornite” no iOS caiu 60% desde o bloqueio na App Store

Epic Games ainda considera ações da Apple como "danos irreparáveis" aos números de audiência do jogo

por Pedro Strazza

No departamento de reviravoltas esperadas, “Fortnite” vem perdendo usuários no iOS de forma drástica desde que o jogo foi bloqueado na App Store. A confirmação veio num documento submetido pela Epic Games à corte estadunidense na última sexta (4), no qual declara que o volume de usuários ativos no jogo dentro do ecossistema do iOS caiu mais de 60% nas semanas seguintes à remoção do aplicativo da loja virtual da Apple.

De acordo com o Bloomberg, a Epic escreve no documento que “o dano feito a estes usuários é significativo” e classifica as ações da Apple como “danos irreparáveis”. O estúdio ainda cita o “divórcio” definitivo do jogo em dois sistemas, gerado recentemente a partir de uma nova versão que só pode ser instalada nas outras plataformas: “Todos os usuários de ‘Fortnite’ no iOS ficaram restritos, impossibilitados de jogar o game com seus amigos e familiares que atualizaram o jogo em plataformas fora do iOS” diz o documento.

Os dados chegam agora para dar alguma munição no caso da Epic contra a Apple, que no momento move um processo e ao mesmo tempo busca conseguir uma liminar com o juiz que remova o bloqueio da App Store enquanto a guerra jurídica é travada. Do da companhia de Tim Cook, o argumento maior no momento é de que o estúdio teria procurado um acordo especial antes de instalar a ferramenta de pagamento que forçou o banimento – uma informação que sugere que a ação da Epic foi premeditada e, portanto, enfraquece o argumento da suspensão do bloqueio.

A expectativa agora é pelo próximo dia 28 de setembro, quando um juiz deve definir se a suspensão do app do “Fortnite” na App Store e na Play Store continua valendo ou não. O que está em jogo são 116 milhões de usuários registrados no jogo a partir do iOS – e toda a renda que provém desta galera.

Compartilhe: