google-meet

Versão grátis do Google Meet terá chamadas com limite de uma hora a partir de 30 de setembro

Videochamadas sem limite de tempo foram liberadas no início da quarenta já com a data de revogação estabelecida

por Soraia Alves

Quando a quarentena começou a ser aplicada em diferentes países por conta da pandemia de Covid-19, muitas empresas se mobilizaram para ajudar a tornar o isolamento social um pouco menos árduo. Foi o caso do Google, que liberou todas as ferramentas do Meet gratuitamente para usuários de todo o mundo. A empresa, no entanto, deu um prazo para esse uso de todos os recursos da plataforma: 30 de setembro.

Quando a data chegar, a versão gratuita do Meet passa a ter algumas restrições, como o limite de 1 hora para as chamadas. Outras “regalias” também devem voltar a serem exclusivas da versão paga.

Vale ressaltar que esse limite de tempo nas chamadas é uma característica da maioria das plataformas de videochamadas. No caso do Zoom, por exemplo, o limite é de 40 minutos também na versão gratuita do serviço.

Para quem se interessar na versão paga do Meet, atualmente a mensalidade do plano básico do G Suite tem o valor de R$ 24,30.

Compartilhe: