De olho no Oscar, Apple lança vídeo desconstruindo efeitos de "Greyhound: Na Mira do Inimigo"

De olho no Oscar, Apple lança vídeo desconstruindo efeitos de “Greyhound: Na Mira do Inimigo”

Temporada terá mais espaço para filmes do streaming e Apple acredita que uma de suas principais estreias de 2020 tem chances

por Matheus Fiore

Um dos principais lançamentos do Apple TV+ em 2020 foi o drama “Greyhound: Na Mira do Inimigo”. A Apple pagou à Sony cerca de US$ 80 milhões para ter os direitos de exibição do filme estrelado por Tom Hanks pelos próximos 15 anos. Apesar do drama marítimo não ter feito o sucesso esperado, a empresa já parece estar em campanha para emplacar algumas indicações na próxima temporada de premiações – principalmnte nas categorias técnicas e quem sabe para Tom Hanks.

Em seu canal oficial no YouTube, o serviço de streaming da empresa de tecnologia mais influente do mercado lançou um vídeo desconstruindo os efeitos especiais que permitiram o filme existir. É claro que o vídeo não poderia abrir de outra forma se não lembrando que “Greyhound” é uma obra original da Apple.

O vídeo chama atenção para o fato de que praticamente tudo relacionado ao submarino capitaneado por Ernest Krause (Hanks) foi feito por efeitos especiais. O clipe de 1 minuto e 40 segundos, então, mostra as diferentes camadas dos efeitos para destacar o complexo trabalho de design por trás da construção de um submarino que replica perfeitamente um modelo real.

Até mesmo o mar e as ondas foram feitos por computação, além dos efeitos de chamas de incêndios, bombas disparadas nas cenas de ação, e por aí vai. Pelo fato de a pandemia do novo coronavírus ter praticamente congelado todo o circuito cinematográfico mundial, a temporada de premiações de 2021 terá maior presença dos filmes em streaming, e é nessa janela que a Apple vê a oportunidade de emplacar seus filmes, assim como as concorrentes Netflix e Prime Video.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link