cover-youtube

YouTube vai tributar ganhos de criadores de fora dos EUA

Caso proprietários dos canais não enviem dados fiscais até o fim de maior de 2021, tributação pode chegar a 24%

por Matheus Fiore

Criadores de conteúdo de todo o mundo começaram a receber um email do YouTube com uma notícia não muito boa. A empresa, que pertence ao Google, vai começar a tributar os ganhos dos youtubers em breve. A medida começará a valer em junho.

Segundo o IndianExpress, o email traz a seguinte mensagem: “O Google precisará deduzir tributos dos pagamentos de criadores de conteúdo fora dos Estados Unidos para cumprir as leis do país. Essa medida começará a ser aplicada ainda este ano, a partir de junho. Nas próximas semanas, pediremos para você fornecer suas informações fiscais no Google AdSense. Assim, determinaremos se haverá alguma retenção tributária no seu canal e qual será o valor dela”.

A empresa completa a mensagem informando que, caso os dados não sejam enviados até o dia 31 de maio de 2021, o Google talvez precise deduzir até 24% dos seus ganhos. A tributação, entretanto, não deverá ser alta, e deve girar em torno de 0,30 e 1,5% dos ganhos totais de um canal. A nova diretriz, como dito, não afetará nenhum criador de conteúdo dos Estados Unidos, vale apenas para os canais do resto do mundo.

Ao Tecmundo, o YouTube comentou a notícia: “De acordo com a legislação tributária dos Estados Unidos, o Google é obrigado a reter impostos quando criadores de fora do país geram receita com espectadores que moram nos EUA. Estamos solicitando aos produtores de conteúdo da plataforma que nos enviem informações fiscais para determinar se há alguma retenção de impostos a ser feita. Quando aplicável, reteremos esses valores da receita dos criadores, começando ainda este ano”, disse o porta-voz da empresa.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link