8N0OhgolMmt8lML70slyPZpE9qY Imagem: Divulgação

Com cobrança adicional, “Viúva-Negra” estreia em julho nos cinemas e no Disney+

"Cruella" também terá o mesmo modelo de distribuição em maio, enquanto a animação "Luca" estreia direto no catálogo da plataforma em junho

por Pedro Strazza

Demorou um ano, mas “Viúva-Negra” enfim tem data definitiva para estrear. Depois de meses de indecisão proporcionados pela pandemia do coronavírus, a Disney remarcou nesta terça (23) o lançamento da aventura solo da heroína para 9 de julho e desta vez confirmou uma mudança na estratégia de distribuição: o filme do Marvel Studios terá estreia simultânea nos cinemas e no Disney+, onde deve ser veiculado através do modelo do Premium Access.

Além de “Viúva-Negra”, “Cruella” também seguirá pelo mesmo caminho de distribuição no dia 28 de maio. Por fim, a animação “Luca”, da Pixar, vai pular os cinemas para ser lançado direto na Plus em 18 de junho, sem cobrança adicional na plataforma.

No anúncio das mudanças de calendário, a presidente de mídia e distribuição da companhia Kareem Daniel escreve que as notícias de hoje refletem o foco do estúdio “em providenciar escolha ao consumidor e atender às preferências em desenvolvimento do público”, garantindo que a Disney “continuará a empregar as melhores opções” para entregar suas produções ao espectador em todo o mundo.

O foco, porém, segue sendo “Viúva-Negra”. Além do anúncio de hoje representar o fim de uma longa novela em torno do lançamento do filme – previsto originalmente para 1° de maio de 2020, a produção por outros dois adiamentos – ele também torna real a aposta da Disney no formato do Premium Access, que até o momento foi testado com “Mulan” e “Raya e o Último Dragão”.

Enquanto nos EUA o preço cobrado é de US$ 30, no Brasil o valor do aluguel de 48 horas é de R$ 69,90. Vale apontar uma diferença importante do filme da Marvel para seus antecessores: ele e “Cruella” são os primeiros anunciados para o modelo que não tem previsão inicial de quando chegam ao catálogo do Disney+ – o lançamento está confirmado, claro, mas não há datas.

Mais adiamentos

Além dos três títulos citados, a Disney também reorganizou seu calendário nos cinemas para o segundo semestre, em vista da remarcação de “Viúva-Negra” do dia 7 de maio para 9 de julho. Até então nesta última data, “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis” agora chega ao circuito global no dia 3 de setembro, enquanto “Free Guy” estreia no dia 13 de agosto e “King’s Man: A Origem” sai no dia 22 de dezembro.

Já a estratégia de 2022 ganhou mais dois projetos que vem sendo adiados desde 2020: “Deep Water”, thriller de Adrian Lyne com Ben Affleck e Ana de Armas que estreia no dia 14 de janeiro; e “Morte no Nilo”, continuação de “Assassinato do Expresso do Oriente” que agora sai no dia 11 de fevereiro – e as más línguas diriam que por conta de todas as acusações criminais em cima de Armie Hammer na mídia.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link