bit
Imagem: Getty Images

El Salvador é o primeiro país a reconhecer Bitcoin como moeda corrente

Políticos defendem que projeto de lei tornará economia mais inclusiva

por Matheus Fiore

El Salvador anunciou que, de agora em diante, o Bitcoin será reconhecido como uma moeda corrente no país. A novidade foi trazida pelo próprio presidente, Nayib Bukele, após maioria do congresso salvadorenho aprovar um projeto de lei.

Na prática, pouco muda no dia-a-dia da vida real. O dólar continua sendo a principal moeda oficial e permanecerá em curso legal. Com o projeto de lei, entretanto, o Bitcoin será um ativo digital reconhecido pelo Estado e terá o mesmo peso do dólar para transações virtuais.

Com a novidade, El Salvador se torna o primeiro país da América Central a adotar o Bitcoin como moeda corrente, segundo o Portal do Bictoin. O projeto teve amplo apoio da classe política salvadorenha. O deputado Chris Guevara, por exemplo, afirma que a Lei Bitcoin é uma das mais importantes do país na atualidade.

Um dos benefícios do projeto de lei é a modernização da economia salvadorenha. Hoje, 70% da população de El Salvador não possui uma conta em um banco. Para a classe política, a mudança abrirá novas oportunidades para os salvadorenhos e ajudará a gerar empregos e inclusão financeira para pessoas que são excluídas da economia formal.

Ainda não há, entretanto, informações sobre os impostos sobre os bitcoins. Na Indonésia, por exemplo, o Bitcoin e outras criptomoedas podem ser usados apenas como commodities, e o governo local cogita taxar todas as criptomoedas.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link