CEO da Illumination se junta a conselho administrativo da Nintendo para ajudar estúdio a levar personagens pro cinema
Imagem: Reprodução

CEO da Illumination se junta a conselho administrativo da Nintendo para ajudar estúdio a levar personagens pro cinema

Produtor de "Meu Malvado Favorito", Chris Meledandri deve atuar como diretor externo para ajudar a guiar empresa para se estabelecer em Hollywood

por Pedro Strazza

Com o Nintendo Switch em bom momento no mercado, a Nintendo agora volta a direcionar atenções a uma fronteira que sempre quis ultrapassar, mas nunca conseguiu de fato: o cinema. Os planos da companhia de voltar a investir no audiovisual ganharam força nesta segunda (5) conforme foi anunciada a entrada de Chris Meledandri, CEO da Illumination Entertainment, no seu conselho administrativo.

A admissão do executivo do estúdio por trás de “Meu Malvado Favorito” foi feita durante a reunião anual da empresa com seus acionistas no fim de junho, mas o IGN confirma que só agora a informação foi divulgada ao público. Além de confirmar que Meledandri será um diretor não-executivo e independente dos trabalhos da Nintendo nas áreas dos games, o presidente Shuntaro Furukawa e o diretor Shigeru Miyamoto reconheceram a importância da empresa em se aventurar no audiovisual para se expandir “ainda mais no mundo e fortalecer” seus negócios.

“Os processos de se fazer conteúdo visual e desenvolver jogos compartilham algumas formas de pensamento, mas há diferenças” definiu Miyamoto no evento; “O negócio de cinema, incluindo distribuição, está em um período de transformação, e pensamos que pedir a opinião do Chris, como especialista com muitos anos de experiência em Hollywood, será de grande ajuda para a gente no futuro”.

Apesar de ser o primeiro membro estadunidense a ocupar uma posição de “diretor externo”, a chegada de Meledandri no conselho da Nintendo não chega a ser exatamente um choque, dado que a Illumination há dois anos tem confirmado um filme inspirado em “Super Mario” pra 2022, mas a manobra reafirma o interesse do estúdio em conquistar espaço no mercado de cinema. O passado traumático e representado por “Super Mario Bros.” parece finalmente estar ficando para trás, em especial depois do grande sucesso de “Detetive Pikachu” em 2019.

Vale acrescentar que o movimento da Nintendo não é isolado, em especial se considerar o investimento da Sony em filmes e séries inspirados em jogos originais do PlayStation e mesmo o sucesso da SEGA com o filme do Sonic no ano passado. Além disso, a companhia também vem se arriscando em outros departamentos nos últimos meses, do parque temático em Osaka ao licenciamento mais agressivo que inclui agora até linha de produtos LEGO.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link