Estudo da Microsoft mostra que 70% dos brasileiros adultos foram expostos a um golpe de suporte técnico
Imagem: Reprodução/Microsoft

Estudo da Microsoft mostra que 70% dos brasileiros adultos foram expostos a um golpe de suporte técnico

Segundo a empresa, mensalmente ela recebe aproximadamente 6.500 reclamações de pessoas que foram vítimas de golpes de suporte técnico

por Soraia Alves

Os golpes de suporte técnico são um problema global, de ligações telefônicas aos malwares, pop-ups ou outros ataques aparecendo para convencer os usuários de que seus computadores estão com algum problema. Segundo a Microsoft, mensalmente a empresa recebe aproximadamente 6.500 reclamações de pessoas que foram vítimas de golpes de suporte técnico. Houve uma redução em comparação à média de 13 mil reportes por mês em anos anteriores.

Os golpistas não tiram tiram vantagem da marca Microsoft, mas também fingem pertencer a outras empresas de tecnologia e prestadores de serviços de renome. Para abordar esse problema globalmente, a Microsoft contratou a YouGov para realizar uma nova pesquisa em 2021 em 16 países, e analisou os golpes de suporte técnico e o seu impacto nos consumidores. Essa é uma continuação de pesquisas semelhantes realizadas pela Microsoft em 2018 e 2016.

Os resultados mostram que no Brasil:

  • 70% dos adultos brasileiros estiveram expostos a um golpe de suporte técnico, 3 pontos a mais que em 2018 (67%). Apesar disso, os golpes que envolvem e-mails não solicitados diminuíram de 43% para 37%.
  • Houve um aumento de 5 pontos no número de pessoas que dão continuidade ao golpe (29%), o que também corresponde a um ligeiro aumento nas pessoas que perdem dinheiro (de 5% para 7%).
  • É menos provável que os consumidores confiem em contatos não solicitados e consideram cada vez menos provável que uma empresa entre em contato com eles dessa forma.
  • Os millenials confiam mais que outras gerações, sendo assim mais provável que deem continuidade a um possível golpe.
  • Acredita-se que as agências de proteção ao consumidor sejam as responsáveis por ajudar a proteger os consumidores dos golpes de suporte técnico.

Os resultados da pesquisa 2021 revelam que, globalmente, menos consumidores estiveram expostos a golpes de suporte técnico em comparação com a pesquisa 2018. O estudo também releva que as pessoas geralmente são mais céticas em relação às ligações de suporte técnico ou pop-ups, o que ajuda a evitar que sejam vítimas deste tipo de golpe. Entretanto, as pessoas que deram continuidade à interação de golpe tinham mais probabilidades de perder dinheiro com os golpistas do que os verificados na pesquisa anterior.

Os resultados mais interessantes da pesquisa referem-se à quantidade de consumidores que sofreram golpes de suporte técnico e a demografia dos consumidores que deram continuidade a interações fraudulentas. Alguns aspectos relevantes incluem:

  • 3 em cada 5 consumidores se depararam com um golpe de suporte técnico nos últimos 12 meses.
  • Um em cada 6 consumidores foi induzido a continuar com o golpe, levando as vítimas a perderem centenas de dólares para os golpistas.
  • Os millenials (pessoas de 24 a 37 anos) e a geração Z (18 a 23 anos) apresentam maior exposição aos golpes de suporte técnico.
  • Um em cada 10 millenials e um em cada 10 Gen Zers que se depararam com um golpe, foram enganados e perderam dinheiro.
  • Entre aqueles que deram continuidade a um golpe, o gancho mais comum durante a interação foram problemas com o computador (30%), seguido por senhas comprometidas (23%) e uso fraudulento de cartões de crédito, débito e departamentais (18%).

Segundo a Microsoft, a Unidade de Crimes Digitais (DCU – Digital Crimes Unit) da empresa está trabalhando para ajudar a combater o problema e estabelecendo parcerias com agências responsáveis pela aplicação da lei, fortalecendo sua tecnologia proprietária e educando os consumidores.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link