Novo clipe da Liniker tem apoio da Caloi

Novo clipe da Liniker tem apoio da Caloi

Empresa segue modelo que tem apostado nos clipes de artistas conhecidos como forma de "publi"

por Soraia Alves

Muitas empresas têm apostado nos clipes de artistas conhecidos como forma de “publi”. O Quinto Andar, por exemplo, lançou uma ação para o público envolvendo as locações do clipe “Meu Pisêro”, de Duda Beat. Nesta semana, a Westwing usou o vídeo de “Viva o Mundo Mais Bonito”, de Vanessa da Mata, como vitrine para mais de 400 produtos da loja. Agora, a Caloi também segue a proposta e aparece como apoiadora do novo clipe da cantora Liniker para a canção “Baby95”.

Desde 2019, a Caloi “levanta a bandeira da causa LGBTQIA+ e em 2021 a empresa chama atenção mais uma vez para o assunto apoiando a cantora Liniker na produção de seu novo clipe”, diz o comunicado da empresa. Mulher trans, a cantora é ainda uma das principais vozes do movimento e está em projetos que vão além da música, incluindo sua estreia como protagonista da série “Manhãs de Setembro”, da Amazon Prime Video.

“Baby95” traz influências que vão do soul ao pagode, enquanto o filme narra a trajetória afetiva e de carinho do casal protagonista. A bicicleta é Caloi faz parte das cenas que mostram essa história de amor.

“Não está só no nosso discurso que bicicleta é para todos, está nas nossas ações. A Caloi é uma marca para todos, com produtos para todos. Nós Fabricamos Ciclistas, independentemente de orientação sexual, identidade de gênero, raça, credo, classe social e todas as infinitas possibilidades de diversidade. Todos os anos buscamos de uma forma diferente chamar a atenção da sociedade para as causas sociais. Ao apoiar a causa LGBTQIA+, não estamos dizendo que um grupo é maior que outro, mas sim levantando a bandeira por uma luta que precisou de gritos mais altos para ser ouvida. A bicicleta lá no fundo também busca os seus direitos”, diz Vitor Borba, Gerente de Marketing e Comunicação da Caloi.

Ano passado, a Caloi lançou a bicicleta Rainbow, uma bike em edição limitada com as cores do arco-íris, símbolo mundial do movimento LGBTQIA+. Todo o lucro com a venda do modelo foi doado à Casa 1, instituição que apoia pessoas da causa.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link