fbpx
SIN_201-SC43_00036R
Imagem: Vans Bumbeers/Netflix

De “O Menino Maluquinho” a série sobre boate Kiss, Netflix confirma 40 produções nacionais para 2022

Novas temporadas de "Sintonia", "Cidade Invisível" e "Casamento às Cegas" foram anunciadas, mas planos de novela do serviço seguem indefinidos

por Pedro Strazza

A Netflix nesta terça-feira (23) realizou o Mais Brasil Na Tela, evento da companhia sobre o audiovisual nacional, e aproveitou a oportunidade para divulgar seus planos de produção para o país em 2022. O calendário para o próximo ano é recheado: o serviço de streaming garantiu o lançamento de quarenta projetos brasileiros, entre filmes, séries e programas de variedade.

A estratégia inclui a renovação de sucessos da companhia nos últimos dois anos, claro. Enquanto os reality shows “Casamento às Cegas” e “Brincando com Fogo” garantiram uma segunda incursão na programação do streaming, as séries “Sintonia”, “Irmandade”, “Bom Dia, Verônica” e “Cidade Invisível” tiveram confirmadas novas temporadas na esteira dos bons resultados gerados entre os brasileiros e no exterior.

Entre as novidades, a Netflix aposta no que é definido pela vice-presidente de conteúdo nacional Elisabetta Zenatti como “a maior variedade de gêneros que já existiu no catálogo de originais” da plataforma. Números não foram divulgados, mas o investimento está em projetos como o já anunciado “Carga Máxima”, primeiro filme de ação nacional do serviço, e “A Sogra que Te Pariu”, primeira sitcom com plateia filmada no país pela empresa e com Rodrigo Sant’anna de protagonista.

Outros projetos divulgados no evento foram “Um Natal Cheio de Graça”, segundo filme de Natal brasileiro após o sucesso de “Tudo Bem no Natal que Vem” com Pedro Antônio na direção; “Biônicos”, ficção-científica dirigida por Afonso Poyart; a série “Todo Dia a Mesma Noite”, sobre a tragédia da boate Kiss e com Julia Rezende na direção; novos especiais de comédia de Whindersson Nunes e Rodrigo Sant’anna; uma série de animação de “O Menino Maluquinho” e outra original batizada de “Acorda, Carlo!”; os reality shows “Ideias à Venda” e “Iron Chef Brasil”, chefiados respectivamente por Fernanda Souza e Eliana; e a versão brasileira de “Queer Eye”.

Zenatti também aproveitou o evento para esclarecer a posição da Netflix sobre o gênero das novelas, uma discussão que já vem alimentando rumores desde o ano passado. No evento, a executiva declarou que as séries “Olhar Indiscreto” e “Só Se For Por Amor”, previstas para o próximo ano, já contam com elementos de linguagem do formato, mas garantiu que a companhia não pretende emular o estilo tradicional da TV aberta mas de adequar a novela ao estilo de produção do serviço – ou seja, obras fechadas e contadas como seriados. “A gente ainda está vendo qual vai ser a nossa verão de novela” disse a vice-presidente, que também garantiu que a Netflix ainda não estabeleceu qualquer padrão no estilo.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link