WhatsApp começa a testar pagamentos em criptomoeda nos EUA
Imagem: Divulgação

WhatsApp começa a testar pagamentos em criptomoeda nos EUA

Meta não vai cobrar taxas por transações e garante movimentações imediatas dos valores inseridos pelos usuários

por Pedro Strazza

O WhatsApp nesta quinta-feira (9) lançou um programa piloto de pagamentos em criptomoeda nos Estados Unidos. Disponibilizado por enquanto a um grupo pequeno de usuários, o serviço funciona em cima do sistema da Novi, divisão da Meta para pagamentos digitais que também está em fase de testes há seis semanas. Por enquanto, as transações acontecem por meio da criptomoeda Pax Dollars, cujo valor é diretamente ligado às flutuações do dólar.

De acordo com a Novi, a ferramenta permite pagamentos e recebimentos como qualquer outra transferência regular feita no aplicativo de mensagens, com a opção estando disponível no mesmo local inclusive. A companhia também diz que não há taxas previstas a qualquer uma das ações, bem como limites de quanto dinheiro pode ser movido a partir dos tokens; as transferências são feitas de forma instantânea inclusive. As informações foram divulgadas pelo novo presidente da Novi, Stephane Kasriel.

Enquanto o programa é uma expansão de um recurso que ainda está sendo disponibilizado ao redor do mundo – além dos EUA, só Brasil e Índia contam com a ferramenta geral de pagamentos – a entrada da Meta para as criptomoedas já vem sendo planejada há dois anos. Os planos são muito diferentes e bem menos polêmicos que o original, porém, quando o então Facebook anunciou a criação da própria moeda e a ambição de uso global da mesma: com tanta repercussão negativa, a ideia foi mais ou menos posta de lado, com a divisão sendo renomeada para Novi e o foco primordial sendo redirecionado primordialmente a pagamentos digitais – ainda que o presidente David Marcus tenha dito que existem planos para a moeda, ele está previsto para deixar a Novi no fim deste ano.

Voltando ao anúncio de hoje, o The Verge reporta que a ferramenta originalmente também seria disponibilizada na Guatemala, mas aparentemente o plano mudou e o país agora só vai poder fazer transferências pelo aplicativo da Novi como já vem realizando há algumas semanas. O recurso também está previsto para funcionar dentro da encriptação de ponta a ponta do WhatsApp, com uso disponível na língua inglesa e espanhola.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link