Elon Musk vs. Jeff Bezos: A corrida espacial do século XXI

Empresas espaciais dos dois empreendedores, SpaceX e Blue Origin, disputam o pouso vertical de foguetes reutilizáveis

por Carlos Merigo

Você pode ir ao cinema ou ler quadrinhos para experimentar o universo dos super-heróis. Porém, fora da ficção, temos o Tony Stark e o Justin Hammer da vida real: Elon Musk e Jeff Bezos.

É verdade que – assim esperamos – nenhum deles se tornará um vilão que vai fornecer tecnologia avançada para psicopatas, mas ambos protagonizam atualmente uma corrida espacial privada aos olhos do mundo, com tudo documentado na internet, incluindo fracassos públicos transmitidos ao vivo. Nenhum problema até aí. São sonhadores, testando, e com muitos milhões de dólares para torrar em empreitadas arriscadas.

A busca mais recente de ambos era conseguir a façanha de pousar um foguete intacto de volta à Terra. Lembre-se que todos os foguetes lançados pro espaço até hoje ou foram destruídos ou abandonados. Não havia alternativa. A resignação era aceita: Sempre foi assim.

Primeiro Elon Musk tentou através da sua empresa SpaceX. Conseguiu em baixas altitudes, mas viu seu foguete Falcon 9 explodir ao tentar o pouso em uma base naval após deixar uma cápsula de carga na Estação Espacial Internacional.

Blue Origins

Hoje, porém, Jeff Bezos – fundador da Amazon – anunciou que sua companhia espacial, a Blue Origin, obteve sucesso histórico. O foguete New Shepard pousou suavemente em terra firme depois de atingir altitude sub-orbital (100 km), ou seja, chega no espaço mas não entra em órbita.

A façanha é demonstrada no vídeo acima, que tem ares de super produção de Hollywood, simulando inclusive como seria se o foguete fosse tripulado. Por contar a novidade, Bezos resolveu usar pela primeira vez sua conta no Twitter, criada há mais de 7 anos.

Elon Musk parabenizou o concorrente, mas deixou claro que o aposentado foguete Grasshopper da SpaceX pousou com sucesso depois de diversos vôos há dois anos.

Claro que há diferenças fundamentais entre a Falcon 9 da SpaceX e a New Shepard da Blue Origin. São designs completamente diferentes. Uma é destinada a levar carga para o espaço, e outra é um passeio sub-orbital. Em resumo: a comparação não necessariamente deveria ser feita.

De qualquer maneira, é importante notar que Jeff Bezos em nenhum momento falou que foi o primeiro pouso vertical ou que fez antes, ainda assim Elon Musk se sentiu ofuscado pela conquista da Blue Origin e continuou retrucando:

Uma coisa é certa, essa é uma “briga” que vale a pena acompanhar. A corrida espacial do século XXI está apenas começando.

Compartilhe: