Prestes a ser vendida para a Disney, 20th Century Fox está produzindo mais filmes baseados nos X-Men e no Quarteto Fantástico

“Surfista Prateado”, “X-Force” e Doutor Destino” são só alguns dos projetos sendo desenvolvidos pelo estúdio, que ainda quer reformular “Novos Mutantes” e lançar “Gambit”

por Pedro Strazza

Desde o anúncio da sua venda para a Disney, a 21th Century Fox tem feito de tudo menos desacelerar o passo. Enquanto o acordo da compra tramita pelo governo americano em busca de aprovação, a empresa segue firme e forte desenvolvendo sua linha de produção, seja pela Fox Searchlight que no momento celebra o grande número de indicações aos Oscar recebidas por suas produções “A Forma da Água” e “Três Anúncios Para um Crime” ou pela 20th Century Fox que tem marcado para este ano mais duas produções de super-herói baseados nos X-Men, “Deadpool 2” e “Fênix Negra”.

No caso desta última, esta manutenção do ritmo de produção de filmes baseados nos super-heróis da Marvel parece ter só acelerado desde que a notícia da venda para a empresa de Mickey Mouse veio a público. Ainda que tenha adiado “Novos Mutantes” para o começo de 2019, os rumores de novos longas centrados em mutantes só crescem e se espalham na Fox, que parece estar disposta a levar às telas o maior número possível de propriedades antes que o acordo seja concretizado e a Marvel Studios passe a atuar no sentido de unir suas propriedades com os mutantes na telona.

Um bom exemplo disso é o próprio “Novos Mutantes”, que empurrado para 22 fevereiro já tem reportado um extenso período de refilmagens para deixar a produção mais assustadora aos olhos dos executivos. O The Hollywood Reporter também afirma que o longa dirigido por Josh Boone deve incluir um novo personagem nesta nova incursão, um indício curioso de que estas filmagens talvez não estejam acontecendo só para “acertar o tom” – como é de praxe em grandes produções do tipo.

Outro filme que está andando a passos largos no estúdio é “X-Force”, que deve funcionar como um derivado da franquia “Deadpool” e colocar o mercenário tagarela à frente de uma super-equipe junto de Cable, personagem interpretado por Josh Brolin que fará sua estreia na sequência que será lançada dia 18 de maio. A Fox aparentemente está querendo marcar as filmagens da produção para outubro deste ano com Drew Goddard na direção e com Brolin e Ryan Reynolds garantidos para retornar a seus papéis. O /Film acredita que a medida está sendo feita para conseguir lançar o filme no dia 22 de novembro de 2019, uma das cinco datas estabelecidas pelos executivos no ano passado que ainda não possuem títulos atribuídos.

Estas outras quatro datas – respectivamente 13 de março, 26 de junho e 2 de outubro de 2020 e 5 de março de 2021 – aparentemente estão sendo internamente atribuídas a projetos secretos da empresa, entre eles os há algum tempo noticiados filmes solo da Kitty Pride e do Doutor Destino. Enquanto o longa estrelado pelo vilão do Quarteto Fantástico está sendo escrito por Noah Hawley (criador das séries “Fargo” e “Legion”) e não deve se relacionar ao reboot extremamente mal-sucedido de Josh Trank lançado em 2015, a produção centrada na mutante deve ganhar roteiro de Brian Michael Bendis (famoso escritor de quadrinhos da Marvel que em tempos recente foi para a DC Comics) e pode ser dirigido por Tim Miller, cineasta responsável pelo primeiro “Deadpool”.

Outro herói que pode ganhar filme pelas mãos do estúdio é o Surfista Prateado. De acordo com o The Hollywood Reporter, o longa centrado no personagem cósmico no momento está sendo escrito pelo prestigiado quadrinista Brian K. Vaughn (atualmente no comando da celebrada “Saga” da Image Comics) e os executivos estariam a milhão para levantar e colocar a produção em movimento.

O problemático “Gambit” também passa por este processo. Estrelado por Channing Tatum, o filme já perdeu três diretores diferentes – Rupert Wyatt, Doug Liman e recentemente Gore Verbinski – e foi adiado outras tantas, mas os produtores agora esperam que o filme saia do papel com uma nova versão do roteiro sendo entregue em março e outro diretor sendo contratado neste período. A expectativa agora é que a produção seja lançada em 7 de junho de 2019.

Mas embora a 20th Century Fox esteja acelerando tudo, a conversa oficial busca manter certa serenidade por parte do estúdio, pois o Hollywood Reporter reporta que agentes e executivos continuam a repetir em conversas que os negócios andam “normais como sempre”. A postura reflete o estado de indefinição da empresa, que no momento está no meio de uma encruzilhada entre saber se foi ou não vendida para a Disney. Talvez seja melhor intensificar o trabalho mesmo.

Compartilhe: