Clicky

Mamilos 143 - Aquecimento Global

Mamilos 143 – Aquecimento Global

Jornalismo de peito aberto

por Mamilos

“O fim do mundo é um tema aparentemente interminável – pelo menos, é claro, até que ele aconteça”.

As consequências do aquecimento global já observado são muito severas. De acordo com o Fundo Global para Redução de Desastres e Recuperação (GFDRR), o impacto dos desastres naturais ligados ao clima equivalem a uma perda anual de mais de US$ 500 bilhões em consumo – e, principalmente, representam um enorme retrocesso contra os esforços globais de redução de desigualdades, pois forçam cerca de 26 milhões de pessoas em direção à pobreza a cada ano.

2017 provavelmente deve encerrar como o 3° mais quente do registro histórico, atrás de 2016 e 2015, anos influenciados pelo segundo mais intenso evento de El Niño já registrado. Tivemos também três furacões desastrosos:
O furacão Harvey deixou um rastro de 91 mortes e prejuízos de impressionantes 198,6 bilhões de dólares, quase o dobro do furacão mais “caro” da história dos EUA até então (o Katrina); com 295 km/h, o Irma foi o segundo furacão mais intenso já registrado na Bacia do Atlântico e um dos maiores em extensão e energia cinética gerada.

Irma foi o mais potente. Harvey, o que produziu a chuva mais concentrada. Mas nenhum furacão em 2017 foi tão mortífero quanto o Maria, que chegou a um total de 547 fatalidades. Porto Rico concentrou a maioria das mortes (499) e foi deixado em destroços, privando praticamente toda sua população de água potável e energia.

Nossos melhores cientistas insistentemente nos falam que uma calamidade está se desenvolvendo, que os sistemas que suportam nossa vida na Terra estão sendo danificados de formas que ameaçam a nossa sobrevivência. Mas apesar disso, mesmo frente a tantos dados, seguimos nossas vidas como se nada de extraordinário estivesse acontecendo.

As livrarias estão repletas de livros sobre o futuro escritos pelos nossos mais ilustres intelectuais, tanto de esquerda, quanto de direita, nos quais a crise ecológica mal é citada. Eles escrevem sobre a ascensão da China, o choque de civilizações e de máquinas dominando o mundo, e criam cenários em que os cientistas do clima nem existem. São futurologistas presos em um passado obsoleto.

É um grande silêncio, e hoje a maior ameaça é a falta do senso de tragédia.

É inegável que grandes líderes contribuem para a nossa apatia, como o presidente dos Estados Unidos que já afirmou que “O conceito de aquecimento global foi criado pelos e para os chineses de forma a tornar a manufatura americana não-competitiva.” (Donald Trump, 2016). Precisamos, mais do que nunca, falar sobre aquecimento global.

E é sobre isso que o Mamilos irá tratar no episódio de hoje com o auxílio de Delcio Rodrigues, físico e diretor executivo do Instituto ClimaInfo, e Carlos Rittl, secretário-executivo do Observatório do Clima.

Abre a mente e o coração e taca-lhe o play neste Mamilos!

Download | iTunes | Android | Feed | Spotify
========

FALE CONOSCO

. Email: [email protected]
. Facebook: aqui
. Twitter: aqui

========

CONTRIBUA COM O MAMILOS

Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda recebe toda semana um apanhado das notícias mais quentes do jeito que só o Mamilos sabe fazer. É só R$9,90 por mês! Corre ler, quem assina tá recomendando pra todo mundo.
www.padrim.com.br/mamilos

========

EQUIPE MAMILOS

Edição – Caio Corraini
Redes sociais – Guilherme Yano, Raphael Primos e equipe
Apoio a pauta – Jaqueline Costa e grande elenco
Transcrição dos programas – Lu Machado e Mamilândia

========

CAPA

A capa dessa semana foi feita por Fernanda Casas (contato: [email protected])

========

FAROL ACESO

Carlos – Livro “A Espiral da Morte”

Delcio Disco “B-Sides and Rarities”, da banda Cake

CrisLivro “Minhas Plantas: Jardinagem para todos”

JuStand-up “Humanity”, de Ricky Gervais; e 2° temporada de “The Crown”

Compartilhe: