Netflix começa a reestabelecer qualidade do streaming na Europa

Nível maior (e habitual) de uso da rede está sendo restaurado na Alemanha, Dinamarca e Noruega, países que respeitaram medidas de distanciamento social

por Pedro Strazza

Nas primeiras semanas em que o coronavírus atingiu o status de pandemia, a Netflix e outros serviços de streaming se viram forçados a reduzir as taxas de uso do tráfego em suas plataformas em certas regiões do globo para prevenir que a estrutura de internet nestes locais não desabasse perante o aumento da demanda – decorrente principalmente do maior número de pessoas trabalhando de casa. A situação mais grava pareceu ser na Europa, onde até a União Europeia pediu publicamente às empresas que praticassem esta política durante a quarentena.

É justo na Europa que este cenário de redução começa a ser revertido. De acordo com o FlatpanelsHD, usuários na Dinamarca, Noruega, Alemanha e outros países começaram a relatar esta semana um retorno na qualidade de imagem do streaming (um dos elementos mais afetados pela decisão) em suas contas na Netflix, que confirmou a volta das taxas normais de internet utilizadas para manter o serviço nestas regiões.

Embora a Netflix não tenha confirmado em si quais países especificamente estão incluídos na decisão, a companhia declara que está “trabalhando com ISPs para ajudar a aumentar a capacidade” do stream a até quatro vezes a velocidade atual do cenário da pandemia, com previsão de que a situação progrida “conforme as condições melhorem”.

A plataforma não é a única. De acordo com o 9to5 Mac, a Apple TV+ também começou a restaurar o padrão de qualidade do streaming no continente europeu no fim de abril, realizando um teste de 30 dias para verificar se é viável a normalidade na plataforma. Isso inclui a opção de 4K, desabilitada na região desde o início da quarentena.

Ainda não se sabe se outras plataformas vão seguir estes passos, em especial o Amazon Prime Video e o YouTube que chegaram a anunciar reduções globais do tráfego para contribuir na manutenção da rede. Os países citados pela FlatpanelsHD indicam, porém, que a Netflix está no início da restauração aonde foi seguido a quarentena e as medidas de distanciamento social para auxiliar na contenção da doença.

Compartilhe: