Google Maps testa nos EUA mostrar localização de semáforos nos mapas

Experimento acontece para usuários do Android nas regiões de cidades como Nova York e Los Angeles

por Pedro Strazza

Depois do Droid Life ter reportado no começo da semana, o Google confirmou ao The Verge nesta quinta (9) que está experimentando nos EUA disponibilizar a localização de semáforos no Google Maps. O teste por enquanto acontece no aplicativo para Android nas cidades de Nova York, São Francisco, Los Angeles e Chicago, sendo pensado pela companhia para “ajudar as pessoas a serem melhor informadas sobre as ruas”.

Ainda que o Maps já utilize um recurso há alguns anos no Japão, esta é a primeira vez que o Google diz considerar a implementação da localização de semáforos ao redor do globo. A companhia também segue (por incrível que pareça) uma tendência do Apple Maps, que adicionou um recurso similar no ano passado com o iOS 13 com direito a integração com a Siri – que pode orientar motoristas a “virar no próximo semáforo”, por exemplo.

De acordo com os dois veículos, o uso dos semáforos são percebidos pelos usuários no grupo de testes tanto na visualização tradicional quanto no modo de navegação – ainda que a integração com o Google Assistente não tenha sido incluída de fato. Como a imagem acima bem demonstra, os semáforos são exibidos como ícones e “crescem” moderadamente de tamanho em ampliações mais detalhadas dos mapas.

Esta é a primeira novidade em algum tempo que o Maps exibe e não é relacionado à atual da pandemia do coronavírus, que gerou ferramentas especiais como horários especiais de funcionamento do transporte público e um relatório sobre o respeito à quarentena. Antes do coronavírus, o aplicativo passou por um redesign do logo para comemorar os seus 15 anos de existência, que marcou um novo posicionamento da plataforma para ser uma rede social de mapeamento.

Compartilhe: