cover-apple (4)

Apple autoriza e Parler voltará para a App Store

Rede social alternativa ao Facebook e ao Twitter havia sido removida por se blindar com política de "livre discurso" para permitir discurso de extrema-direita

por Matheus Fiore

A Apple autorizou e a rede social Parler voltará a ser disponibilizada na sua loja de aplicativos, a App Store. Segundo a CNN, a decisão foi tomada após o Parler fazer alterações em sua plataforma, mudando justamente algumas das características que fizeram o aplicativo ser banido em primeiro lugar.

Em carta enviada ao senador americano Mike Lee e ao membro da câmara dos Representantes dos Estados Unidos Ken Buck, a Apple afirma: “O Parler propôs atualizações para seu aplicativo e suas práticas de moderação de conteúdo”. Com isso, a rede social volta a ter os requisitos mínimos para estar disponível para download nas plataformas iOS.

O Parler havia sido removido da App Store e da Google Play Store em janeiro. A rede social se consolidou como uma alternativa ao Facebook e ao Twitter muito bem vista pela ala conservadora dos Estados Unidos por sua política de “livre discurso”, o que fez com que grupos de extrema-direita, supremacistas raciais e neonazistas vissem na rede social um espaço para perpetuar seus discursos.

No dia 14 de abril, o Parler chegou a apresentar um pacote de mudanças, mas no momento, a Apple afirmou que a proposta era insuficiente. Agora, sem sabermos se a empresa mudou algo em sua proposta, já que a Apple se recusou a comentar a notícia, o app estará disponível novamente assim que lançar sua nova atualização.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link