vc5U3KhkLv68qvMASI5xpoHg4Ef
Imagem: Divulgação

“Shang-Chi” e “Free Guy” marcam retorno da Disney à exclusividade nos cinemas

Estúdio é mais um que vai diminuir a janela de exibição nas telonas para 45 dias

por Pedro Strazza

Além de confirmar que “Jungle Cruise” é mais uma produção do estúdio a ganhar o modelo de exibição simultânea no streaming e nos cinemas, a Disney na última quinta (13) também anunciou em sua reunião com os acionistas que “Free Guy” e “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis” serão os primeiros filmes da companhia a retomarem a relação de exclusividade com as telonas.

Previstos para serem lançados em 13 de agosto e 3 de setembro respectivamente, ambos botam fim temporário à estratégia do Premier Access da companhia, conforme “Mulan”, “Raya e o Último Dragão” e os vindouros “Cruela”, “Viúva-Negra” e o citado “Jungle Cruise” apelaram para um formato de locação no Disney+ ao mesmo tempo da passagem pelo circuito. Há um porém nesta relação, entretanto: ao contrário de todos os lançamentos do estúdio até antes da pandemia, “Shang-Chi” e “Free Guy” só serão exclusivos do circuito de cinemas dos Estados Unidos por 45 dias, metade do período tradicional.

Dessa forma, a Disney segue o movimento do mercado em direção a janelas de cinema abreviadas em favor de uma distribuição antecipada em serviços de streaming, uma tendência acelerada pela pandemia e a crise provocada pelas medidas de distanciamento social da pandemia. O período de 45 dias é o mesmo garantido pela WarnerMedia para exibir seus filmes a partir de 2022, do acordo fechado pela Cinemark com cinco estúdios (incluindo a Disney) na semana passada e da estratégia da Paramount Pictures para todos os lançamentos em relação ao Paramount+, além de ser 15 dias maior que a parceria atual da Universal Pictures com a AMC.

No caso específico da Disney, a medida atende não apenas o Disney+ como todos os filmes herdados da 21st Century Fox, que já vieram com acordos de distribuição firmados e incontornáveis para locação digital. Enquanto “Shang-Chi” já deve chegar no streaming da companhia na primeira quinzena de novembro, por exemplo, “Free Guy” está previsto para sair nas plataformas online no fim de outubro, e estes dois esquemas devem ditar o tom da distribuição do estúdio daqui pra frente.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link