fbpx
prada-couro

Prada anuncia que não usará mais peles de animais em seus produtos

Novas diretrizes entram em vigor a partir da próxima coleção primavera/verão 2020

por Soraia Alves

A tradicional grife italiana Prada anunciou que não usará mais peles de animais em seus produtos. A decisão foi anunciada junto com a Fur Free Alliance (FFA), organização militante pelo fim do uso de peles de animais na indústria da moda.

As novas diretrizes entram em vigor a partir da próxima coleção primavera/verão 2020. Segundo a estilista Miuccia Prada, a marca tem feito pesquisas de materiais alternativos que “permitirão à empresa explorar novas fronteiras da criatividade e responder, ao mesmo tempo, à demanda por produtos mais responsáveis”, conta.

A empresa vinha sendo alvo de protestos cada vez mais frequentes contra suas peças. Em 2016, por exemplo, a organização Peta comprou algumas ações da Prada para poder participar de assembleias de sócios e falar contra o uso de couro de filhotes de avestruz em bolsas da marca.

Apesar da novidade, a Prada é uma das últimas grandes grifes a adotar tal medida. Marcas como Versace, Gucci, Armani, Burberry, Michael Kors e Ralph Lauren já não utilizam peles de animais em seus produtos há algum tempo.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link