CriatividadeSocial Media

No novo comercial do Apple TV+, todo mundo tem direito a uma série no serviço… menos Jon Hamm

Ator se revolta com o fato de não estar incluído em qualquer parte do catálogo gigante do serviço

por Pedro Strazza

A Apple segue na luta para impulsionar as assinaturas do Apple TV+, seja nas aquisições e produções originais ou pelas vias tradicionais do marketing. Enquanto no quadro de gastos o plano já é bem megalomaníaco, na prática começa-se a perceber uma estratégia mais sólida de divulgação por uma movimentação que até então era inexistente na divisão: campanhas publicitárias.

Isso porque nesta sexta-feira (21) a companhia lançou um novo comercial que vende o serviço de streaming não por meio de novos originais suculentos, mas pelo tamanho do catálogo e uma ausência um tanto infeliz de Jon Hamm entre os diversos filmes e séries. Batizado de “Everyone but Jon Hamm”, o comercial de um minuto é bem direto ao ponto, mostrando o ator em casa e revoltado enquanto navega pelo catálogo do Apple TV+ sem encontrar seu rostinho. “Apple, eu cheguei a fazer algo errado com vocês?” chega a verbalizar o artista, irritado que até mesmo o simpático Snoopy tem direito a uma produção Apple. Confira acima na íntegra.

Além do comercial, a Apple também lançou um fio no Twitter para destacar todas as “estrelas” presentes no serviço – confira abaixo.

A estratégia é boa, sobretudo por dar um rosto à grande maioria de projetos que a companhia vem lançando na plataforma no último ano. Enquanto “Ted Lasso” e “The Morning Show” se tornaram hits nas proporções menores do serviço, o Apple TV+ segue ampliando os gastos e o ritmo de lançamentos, com planos de um investimento de até 8 bilhões de dólares só em conteúdo original para 2022. No comercial, não faltam exemplos de nomes ventilados, incluindo filmes como “A Tragédia de Macbeth”, “Greyhound” e o documentário “The World’s a Little Blurry” – sempre exaltando as estrelas presentes, claro.

Em termos de calendário, o plano da Apple é lançar pelo menos um conteúdo novo por semana, seja um filme, uma série ou documentário, e não falta ambição nos projetos. Só para ficar nos anúncios recentes, o serviço confirmou nos últimos dias uma série derivada de “Godzilla vs. Kong” e um filme sobre a Theranos dirigido por Adam McKay, além de ter na mão já dois filmes dirigidos por Martin Scorsese – incluindo o próximo, o “Killers of the Flower Moon” previsto para este ano. Fora isso, o Apple TV+ está bem presente na disputa do Oscar deste ano graças a “No Ritmo do Coração” e “A Tragédia de Macbeth” e suas cotações para as principais categorias do prêmio.