Pesquisa aponta que 32% dos consumidores americanos possuem uma assistente virtual

Previsão é que após as festas de fim de ano, metade dos consumidores tenham um smart speaker como a Alexa em casa

por Matheus Fiore

O mercado dos smart speakers (assistente virtual integrado que possui inteligência artificial e funciona por comandos de voz) continua a crescer nos Estados Unidos. Uma pesquisa da Adobe Analytics, divulgada hoje, indica que 32% dos americanos possuem um smart speaker em casa. A título de comparação: em janeiro de 2018, a porcentagem era de 28%.

O período do recorte do levantamento não inclui as festas de fim de ano, que trazem datas que costumam alavancar as vendas, como o Black Friday. A previsão da Adobe é que, após o fim do ano, o número chegue a 48%, o que significa praticamente metade do público consumidor dos Estados Unidos.

É interessante observar, porém, que boa parte dos que compraram smart speakers ainda não o utilizam plenamente. Comandar a casa usando comandos de voz, por exemplo, é uma atividade presente nos lares de apenas 31% dos proprietários de dispositivos.

É curioso ver como a população americana rapidamente aderiu à tecnologia, principalmente pela presença de exemplares de grandes empresas, como a Alexa, da Amazon. Apesar disso, boa parte ainda não sabe sequer utilizar a ferramenta, algo que constatamos ao observar que menos de 1/3 dos proprietários do produto o utilizam para sua função primária: organizar a casa.

Compartilhe: