Com Rita Ora e Cara Delevingne, Rimmel mostra como cyberbullying afeta autoestima das mulheres

Empresa se junta à The Cybersmile Foundation para desenvolvimento de inteligência artificial que ajudará no combate ao cyberbullying

por Soraia Alves

A Rimmel, marca de cosméticos de propriedade da Coty, usou sua mais recente campanha para mostrar como a autoestima de muitas mulheres é afetada através do cyberbulling.

A partir de um dado apresentado no começo do vídeo – 115 milhões de fotos foram deletadas das redes sociais no ano passado em razão do chamado “beauty bullying” – vemos diversas mulheres relatando os tipos de comentários recebidos em suas fotos postadas em redes sociais. Entre os depoimentos apresentados temos o da blogueira de beleza Tess, que recebe comentários cruéis devido à sua deficiência; Eden, modelo taxada de “negra demais”; Joanne, que tem sido chamada de “fantasma” devido a sua pele pálida e Ascia AKF, empresária, designer de moda e blogueira do Kuwait que foi alvo dos haters por causa de suas tatuagens e piercings.

A marca ainda traz a cantora Rita Ora e a modelo-atriz Cara Delevingne reforçando o discurso e a ideia de que esses comentários não deveriam existir, e que as mulheres não devem mudar ou apagar suas fotos, e sim celebrar a diversidade e a beleza real.

A Rimmel também se junta à The Cybersmile Foundation para o desenvolvimento de uma ferramenta de Inteligência Artificial que ajudará no combate ao cyberbullying.

Compartilhe: