Coca-Cola apresenta máquina de vendas que é ativada sem contato físico

Ideia da empresa é atualizar todas as suas 50 mil máquinas presentes nos Estados Unidos com a novidade até o fim de 2020

por Matheus Fiore

Durante a pandemia do novo coronavírus, quaisquer atividades que exijam contato físico passaram a se tornar potenciais pontos de contágio. Pensando nisso, a Coca-Cola criou uma nova máquina self-service, que permite que o consumidor a utilize e retire sua compra sem encostar em nenhuma superfície além da do próprio smartphone.

A máquina, na verdade, é a mesma que já estava sendo utilizada em diversos pontos do mundo ao longo da última década, mas receberá uma atualização que permitirá que todo o processo seja conduzido pelo celular, tornando o aparelho uma fonte de refrigerante livre de toques.

Em entrevista ao Business Insider, Chris Hellmann, vice-presidente da Coca-Cola Freestyle, comentou a novidade dizendo que “Nenhum setor foi mais prejudicado ou ferido durante a pandemia do novo coronavírus do que o gastronômico e o do entretenimento”. Isso se deve, claro, ao fato de que qualquer contato físico com superfícies pode ser o suficiente para que a pessoa seja contaminada pela COVID-19.

Agora, as máquinas poderão ser ativadas pelo simples escaneamento de um QR Code que ficará na tela da máquina. Não será necessário sequer download de um aplicativo ou registro de conta. Todas as opções de sabores de Coca-Cola aparecerão na tela, permitindo ao consumidor que escolha o que será despejado em seu copo em um processo que levará apenas alguns segundos.

A tecnologia das máquinas Coca-Cola Freestyle ainda não chegou no Brasil, mas conta com mais de 50 mil unidades nos Estados Unidos, presentes principalmente em ambientes como redes de cinema, por exemplo. A ideia da Coca é atualizar em torno de 50 máquinas na semana inicial do projeto, e passar para 10 mil ao longo dos próximos meses, até completar a mudança nas 50 mil máquinas até o fim de 2020.

Compartilhe: