Campanha britânica usa Copa do Mundo para alertar sobre violência doméstica

Casos de agressões contra mulheres aumentam em dias que a seleção Inglesa joga (pior ainda quando perde)

por Soraia Alves

A agência J Walter Thompson (JWT) de Londres, em parceria com o Centro Nacional de Violência Doméstica do Reino Unido, aproveitou o clima de Copa do Mundo para lembrar sobre o problema da violência doméstica presente no país.

A campanha “The Not-So-Beautiful Game” (“O Jogo Nem Tão Bonito”) traz uma série de cartazes poderosos que destacam um lado real e esquecido do que acontece com muitas mulheres dentro de casa, e pretende ajudar as vítimas ao desenhar semelhanças entre os jogos de futebol e a violência doméstica.

Os cartazes trazem bandeiras de vários países impressos em rostos de mulheres com sangue. Entre eles, o cartaz que replica a própria bandeira da Inglaterra teve a maior repercussão. As artes incluem, ainda, outros países como o Japão e a Suíça.

A campanha leva em consideração dados de pesquisas que apontam que 26% das mulheres no Reino Unido sofrem violência doméstica em dias de jogos da Seleção Inglesa. Esse número aumenta para 38% em caso de derrota do time.

Compartilhe: