Até o Telegram vai entrar no ramo das videoconferências

Até o Telegram vai entrar no ramo das videoconferências

Lançamento acontece até o fim de 2020, com o aplicativo prometendo uma versão segura e estável aos seus mais de 400 milhões de usuários

por Pedro Strazza

Com o mercado de videoconferências bombando na pandemia a ponto do Zoom chegar a 300 milhões de usuários, todas as grandes companhias de tecnologia agilizam para entrar de cabeça no meio e fatiar um pedaço do lucro pra si. E depois do Google atualizar o Meet, a Microsoft focar atenções no Teams e até o Facebook lançar uma versão para desktop do Messenger, chegou a hora do Telegram entrar nessa ciranda.

A maior concorrente do WhatsApp hoje anunciou nesta sexta (24) que está desenvolvendo uma plataforma de conferências de vídeo em grupo para sua plataforma, com previsão inicial de lançamento para até o fim de 2020. Em seu blog oficial, o Telegram escreve que só não debuta a opção agora porque nenhuma das opções disponíveis atualmente fornece segurança e estabilidade à grande base de usuários do aplicativo, que esta semana ultrapassou a marca de 400 milhões de contas ativas.

“Videochamadas em 2020 são parecidas com mensagens em 2013. Há aplicativos que são ou seguros ou estáveis, mas não ambos.” escreve a companhia na publicação, claramente fazendo a indireta aos problemas enfrentados pelo Zoom; “Nós gostaríamos de consertar isso, e vamos focar em trazer videochamadas de grupo seguras ainda em 2020”.

Os números de audiência na plataforma são grande razão para a empresa celebrar, vale acrescentar. Além de ter dobrado o montante de usuário que possuía há dois anos – sendo que 100 milhões vieram no último ano – o Telegram também afirma que vem recebendo uma média de 1,5 milhão de novas contas por dia nas últimas semanas, se tornando o app mais baixado em mais de 20 países. A alta dos negócios ainda é pequena comparada ao maior rival: só em fevereiro, por exemplo, o WhatsApp confirmou que ultrapassou a marca de 2 bilhões de usuários no mundo.

Junto dos dados de audiência e do anúncio da ferramenta de videochamadas, o Telegram também confirmou no site oficial uma série de atualizações a pormenores da plataforma. Isso inclui descrições educativas para as enquetes promovidas nos chats e um diretório novo que permite aos usuários navegar pelos vinte mil pacotes de stickers disponíveis no aplicativo. Os usuários de macOS também ganharam novas alternativas para compartilhar materiais dentro do Telegram, incluindo um editor interno de fotos.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link