A mando da cidade de Austin e sob preocupação do coronavírus, SXSW 2020 é cancelado

Organização afirma que vai explorar alternativas para realizar o evento online

por Pedro Strazza

Não deu para o SXSW. Com a epidemia do coronavírus se alastrando pelos Estados Unidos e o planeta, o prefeito de Austin confirmou na noite desta sexta-feira que a administração da cidade cancelou a realização do festival de criatividade e tecnologia, marcando a primeira vez em 33 anos de história que uma edição do evento não vai acontecer.

Em comunicado no site oficial, a organização do South by Southwest se diz devastada, mas que respeita a decisão tomada pela prefeitura e declara que vai explorar opções para reagendar o evento e assim que possível providenciar uma experiência virtual a todos aqueles que iriam participar da feira.

O evento se segurou até onde pode. Na última quarta (4), o departamento de saúde pública de Austin chegou a realizar uma coletiva de imprensa para garantir que a cidade apoiava e não via razão para o SXSW deste ano não acontecer. A organização enquanto isso permaneceu irresoluta, anunciando convidados mesmo com uma petição rolando entre os cidadãos e com grandes participantes como a Apple, a Netflix, a Amazon, o Facebook e o Twitter anunciando sua desistência – até convidados como Ozzy Osbourne e os Beastie Boys cancelaram sua ida ao festival.

As perdas devem ser catastróficas, em especial para a cidade. De acordo com a SXSW Inc., a entidade por trás do evento, a realização do festival só no ano passado gerou uma renda de US$ 355,9 milhões para Austin, incluindo aí turismo, ingressos e outros ganhos secundários.

O SXSW se junta agora a uma lista crescente de eventos que se viram impossibilitados de acontecer devido à disseminação do COVID-19 no globo. Entre os cancelados pela epidemia estão a Game Developer Conference, a F8, o MWC, os festivais de música Tomorrowland e Ultra Music e o lançamento de “007: Sem Tempo Para Morrer” (que pode registrar até US$ 50 milhões em perdas). Os temores em torno do vírus agora devem atingir as Olimpíadas de Tóquio, o Festival de Cannes, o Coachella e o remake de “Mulan”, próximos acontecimentos maiores do calendário.

Compartilhe: