Xiaomi promete câmera “invisível” por baixo da tela em smartphones de 2021

Empresa conseguiu dobrar densidade de pixels na região onde câmera fica oculta, permitindo que tela mantenha qualidade

por Matheus Fiore

As últimas gerações de smartphones têm reduzido cada vez mais as bordas dos aparelhos. A intenção, hoje, é tornar cada vez mais a parte frontal dos celulares em uma grande tela sem obstruções visuais. A barreira para que um smartphone seja 100% tela em sua parte frontal, porém, permanece: as câmeras frontais. Agora, a Xiaomi promete mudar esse cenário: em 2021, os smartphones da gigante chinesa terão câmeras “invisíveis”, por baixo da tela dos telefones.

Segundo o TechCrunch, a Xiaomi deixou escapar seus planos em um relatório enviado a um fabricante da marca. Há anos a Xiaomi trabalha em uma tecnologia capaz de “ocultar” a câmera frontal dos smartphones. O projeto só verá a luz do dia em sua terceira geração, já que as duas tentativas anteriores nunca deixaram os laboratórios de testes da empresa.

Um importante avanço para o uso da tecnologia é a capacidade da Xiaomi de, agora, controlar a densidade de pixels na região onde a câmera fica. Como a imagem acima demonstra, os protótipos desenvolvidos anteriormente escureciam a tela na região onde a câmera estava posicionada, fazendo com que o display, obviamente, perdesse qualidade de imagem.

Agora, a Xiaomi afirma que é capaz de dobrar a densidade de pixels na região da lente, permitindo até mesmo que a luz passe através da câmera sem sacrificar a uniformidade de pixels e cores da tela. Seria, portanto, um pequeno mas interessante salto tecnológico para as próximas gerações de smartphones. Isso, considerando, claro, que após o lançamento oficial desta tecnologia, as concorrentes se dediquem a seguir a mesma tendência – o que é bastante provável, visto que quase todas as principais marcas tem reduzido as bordas e espaços que obstruem as telas dos modelos.

Compartilhe: