Canudo comestível é alternativa sustentável ao canudo de plástico

Feitos de açúcar, gelatina e amido de milho, canudos comestíveis não causam impacto algum ao meio ambiente

por Soraia Alves

A “caça” aos canudos de plástico está forte e não é pra menos. Aparentemente inofensivos, os canudinhos feitos de poliestireno ou polipropileno são verdadeiras pragas para o meio ambiente. Para se ter uma ideia, a estimativa é que 1 bilhão de canudos plásticos são usados por dia no mundo todo, com grande parte sendo descartada do jeito errado.

Para tentar diminuir o impacto desse plástico no meio ambiente, algumas cidades estão adotando a proibição do uso de canudos. É o caso do Rio de Janeiro, primeira metrópole brasileira a adotar essa prática, e que multará  em até R$ 6 mil os estabelecimentos que ainda utilizarem canudos plásticos.

Com tudo isso, cresceu a busca por alternativas sustentáveis para os canudos, e uma delas é a versão comestível do utensílio. Desenvolvido pela Loliware, os canudos chamados de Lolistraw visualmente parecem feitos de plástico, mas na verdade são uma mistura de açúcar, gelatina e amido de milho. Por isso, mesmo que não consumidos, eles são biodegradáveis.

A empresa garante que a ideia dos canudos comestíveis ajuda no controle do uso da versão em plástico, justamente por não parecer uma proibição dos canudos, e sim apenas uma alternativa inovadora, que ainda pode criar combinações novas de sabores à bebida, uma vez que há canudos com ou sem sabores.

“Do nosso ponto de vista, a maneira de envolver nossa comunidade e a maneira de deixar o mundo empolgado com essa nova inovação é abraçar a diversão”, diz Chelsea Briganti, uma das fundadores da Loliware. “Não estamos dizendo ao consumidor, ‘Você não pode ter seu canudo’. Estamos oferecendo a eles uma solução para a crise do plástico, além de proporcionar uma experiência divertida”.

O maior desafio do projeto foi conseguir uma combinação que não desmanchasse em contato com líquidos.

Vale ressaltar que a Loliware não é a única empresa que tem desenvolvidos canudos comestíveis.  Na Espanha, a startup Sorbos criou uma versão muito semelhante ao Lolistraw, também com opções comestíveis e com diferentes sabores.

Compartilhe: