cover-google (1)

Com concorrência de Facebook e Apple, Google prepara serviço próprio de contas correntes para 2020

Enquanto o Google declara que planeja a empreitada para facilitar a vida do usuário, gerenciamento das contas no dia a dia deve ficar a cargo do Citibank

por Pedro Strazza

Uma reportagem do Wall Street Journal indica que o Google estaria aprontando um novo serviço de contas correntes, num primeiro passo da empresa rumo ao mundo de operações financeiras.

Com o codinome “Cache”, o projeto aparentemente deve vir a público oficialmente em algum momento de 2020 e conta com o Citibank para administrar o serviço e viabilizar o que o Google chama de “encanamento financeiro”, além de crédito inicial vindo de Stanford.

Ao WSJ, o vice-presidente de gerenciamento de produtos da companhia Caesar Sengupta afirma que o conglomerado quer “firmar parcerias profundas com bancos e o sistema financeiro”, além de citar como motivação para a criação do novo item o “ajudar mais as pessoas a fazer mais coisas pela internet”.

Embora o serviço a princípio soe como uma resposta à concorrência do Facebook e da Apple, que agora oferecem alternativas similares no mercado com o Facebook Pay e o Apple Card, a notícia ainda levanta preocupações em torno de questões de privacidade e segurança dos dados dos usuários. Embora o Google reafirme que protege todas as informações fornecidas pelo público a suas plataformas, a concentração de dados abre margem para todo tipo de problema, incluindo o recente escândalo na Apple com o oferecimento de limite de crédito menor para mulheres.

Compartilhe: