Google vai encerrar o Play Music, seu streaming de música

Em setembro, alguns usuários perderão o acesso ao app, até que em dezembro ele será desativado definitivamente

por Matheus Fiore

O Google decidiu dar um fim às atividades do Google Play Music, o seu streaming de música. A notícia foi dada com detalhes pelo próprio Google, que começará desativando o Play Music para alguns usuários em setembro deste ano, até que encerrará completamente o app três meses depois, em dezembro.

O processo começará revogando o acesso dos usuários na Nova Zelândia e na África do Sul. Até outubro, porém, todos os usuários pelo mundo também perderão acesso ao Play Music. O app só será definitivamente desativado em dezembro, e até lá, quem usa o Play Music poderá transferir seus dados e informações para outras plataformas.

Como notou o The Verge, a escolha se dá em virtude do fato de o Google estar investindo no YouTube Music, o aplicativo de streaming de música ligado ao YouTube. Os usuários do Play Music, inclusive, poderão transferir todos os seus dados para o streaming do YouTube, incluindo playlists, artistas, álbuns, músicas e conteúdo comprado.

O Play Music já sofria com a falta de atualizações há um tempo, o que indicava que a empresa poderia estar prestes a descontinuar a plataforma. Em um mercado competitivo como o do streaming de música, disputado por fortes empresas como Spotify e Apple Music, é normal, então, que o Google invista apenas no YouTube Music, já que este é agregado à maior rede social de vídeos da internet. Resta saber, porém, se a empresa pretende fazer, a médio ou longo prazo, o mesmo com o Google Play Filmes e transferir seu conteúdo apenas para o YouTube.

Compartilhe: