rLVlLegxfZWPXIPE9eYjdkP1Nun
Imagem: Reprodução

Clássico do cinema brasileiro, “Deus e o Diabo na Terra do Sol” ganha restauração em 4K

Filme de Glauber Rocha será restaurado digitalmente a partir de cópia em película em perfeitas condições

por Matheus Fiore

Um dos mais populares clássicos da história do cinema brasileiro, “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, filme de 1964 feito por Glauber Rocha, está prestes a ganhar uma restauração importantíssima para a proteção da memória da arte nacional. O projeto é liderado pelos cineastas Paloma Rocha e Lino Meireles, e já está em sua etapa final.

A ideia é trazer o clássico para o formato digital, com resolução de 4 mil pixels (ou, como conhecemos popularmente, 4K). “Queria restaurar filmes que não estivessem disponíveis ao público. E a Paloma queria que fosse este. Estava pensando em algum filme inédito no formato digital, mas ‘Deus e o Diabo na Terra do Sol’ mexe muito com a emoção. Para mim, é o suprassumo do cinema brasileiro”, disse Lino ao Metrópoles.

Lino e Paloma ainda acrescentam que a restauração de “Deus e o Diabo” deve ser ainda melhor do que ad e outras obras do Glauber. Os cineastas comentam que clássicos como “Barravento” e “Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro”, que também foram restaurados, só tinham cópias danificadas, enquanto a utilizada para “Deus e o Diabo” está em perfeitas condições.

Mesmo que seja o caso de apenas um único filme, o processo é importantíssimo para o momento do cinema brasileiro. Hoje, a Cinemateca Brasileira sofre com desmontes que tendem a fazer com que boa parte de nosso acervo cinematográfico se perca definitivamente. Quaisquer esforços que restaurem e protejam a história cinematográfica do Brasil, portanto, trazem uma importância enorme.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link