Os celulares dobráveis ainda persistem: Sony deve lançar seu modelo em breve

Informação vem de especialista em vazamentos, que garante que empresa anunciará celular com a novidade mesmo depois da Samsung e os problemas do Galaxy Fold

por Matheus Fiore

A novidade dos celulares dobráveis surgiu e esfriou com a mesma intensidade. Apesar de uma enorme empolgação de empresas como a Samsung e da Huawei, os consumidores sempre olharam com estranheza para modelos do tipo. Modelo da Samsung, o Galaxy Fold que capitalizou toda a moda inclusive teve seu lançamento adiado após alguns dos exemplares distribuídos apresentarem problemas.

O fracasso do Fold foi um duro baque para a novidade, até porque a Samsung é hoje uma das principais empresas do ramo dos smartphones. O aparelho da gigante sul-coreana, que está até hoje sem previsão de novo lançamento, foi massacrado por avaliações que criticavam problemas de funcionamento e fragilidade do aparelho.

Agora, porém, parece que a Sony está prestes a entrar na brincadeira e, quem sabe, dar nova vida aos dobráveis. A informação é do especialista em vazamentos “Max J”, que tem créditos por ter vazado inúmeras novidades do mercado de smartphones até hoje. Em seu Twitter, Max compartilhou até mesmo um vídeo com um teste com um modelo de tela dobrável.

Mesmo com a insistência de grandes marcas para lançar os smartphones dobráveis, a tecnologia ainda parece distante de encontrar seu espaço no mercado tecnológico. Vendido como um meio termo entre celulares e tablets, os dobráveis anunciados são modelos caros e que, para além de suas dobras, pouco oferecem de inovação para o público consumidor.

No atual cenário, caso ainda sejam lançados por grandes marcas, é provável que os dobráveis se tornem um produto de nicho, consumido por poucos tanto por seu alto custo quanto pela falta de atributos que justifiquem sua existência. Hoje, assim como muitas das novidades do mercado de smartphones, os modelos dobráveis mais parecem uma tentativa das marcas de criar demandas do que uma busca por atender às necessidades dos usuários.

Compartilhe: