Instagram começa a exibir anúncios no IGTV para monetizar canais de creators

Um pequeno grupo de criadores de conteúdo e marcas deve ter acesso ao recurso na próxima semana, com 55% do valor arrecadado nas campanhas indo para os creators

por Pedro Strazza

Depois de confirmar planos de monetização no fim de fevereiro, o Instagram a partir da próxima semana enfim vai começar a exibir e dividir os lucros dos anúncios no IGTV com os creators da plataforma. O primeiro passo na área é um teste com 200 criadores de conteúdo selecionados e de língua inglesa, além de marcas do porte da Ikea, Puma e Sephora.

Ao The Verge, o COO da companhia Justin Osofsky afirma que a divisão de lucros seguirá o “padrão da indústria” e destinará 55% do valor aos creators, mesmo número hoje destinado aos profissionais do ramo que atuam no Facebook Watch. A ideia, segundo o executivo, é que aos poucos a iniciativa seja expandida ao resto do globo, alcançando mais criadores e marcas.

Sobre a publicidade em si, os anúncios serão exibidos quando o usuário clicar nas prévias dos vídeos do IGTV que forem exibidos na linha do tempo do Instagram, além de seguir o formato vertical da plataforma e com duração de 15 segundos. O público terá que clicar na propaganda para acessar o seu conteúdo ao invés de deslizar pra cima como faz nos Stories, mas a empresa confirma que diversos testes serão feitos ao longo do ano para entender que padrões de consumo melhor atendem todas as partes.

As diretrizes de monetização do IGTV também serão diferentes do restante da plataforma. De acordo com Osofksy, os conteúdos monetizados e vinculados na seção por exemplo não poderão conter palavrões, o que mostra que a moderação do que é exibido no IGTV deve ser mais rígida quando o assunto é financeiro – o executivo inclusive confirma que por enquanto todo vídeo será avaliado por um time humano antes de ser efetivamente linkado com anúncios.

Vale lembrar que os anúncios não serão a única forma de monetização presente para criadores na plataforma. O Instagram espera começar a testar em junho e com um pequeno grupo de creators e negócios um novo tipo de ferramenta no Instagram Live que permite compras de identificações na rede social entre US$ 0,99 e US$ 4,99, já com planos de expansão para países como o Brasil, os EUA, a Alemanha e a França. Esses “crachás” são vinculados imediatamente aos clientes e os destacam nos comentários de publicações dos usuários, ajudando-os a ganhar destaque dentro do Instagram quando para se relacionar com um criador de conteúdo específico.

A companhia também anunciou hoje que expandiu o Live Shopping, onde usuários podem identificar suas lives com parcerias de marca, e o Brand Collabs Manager, que agora deve ficar disponível a todos os usuários nos EUA nas próximas semanas e vai fornecer dados e insights a todos os perfis interessados em fazer negócios do ramo no aplicativo.

Compartilhe: