netflixb9

Netflix abre escritório em Paris e vai investir em produções francesas

Empresa busca criar conteúdos originais em outros países para fortalecer domínio diante do surgimento de mais concorrentes

por Matheus Fiore

A Netflix já possui um amplo domínio do mercado de streaming. Mesmo tendo competidores fortes tanto nos Estados Unidos quanto no mundo – Hulu, Amazon Prime Video, Disney+ e Apple TV+ são alguns exemplos –, a empresa ainda tenta fortalecer sua relação com os assinantes e manter seu reinado.

Parte desse projeto inclui investir em outros países. Em 2019, por exemplo, a empresa anunciou que aumentaria o investimento em produções brasileiras, tendo como objetivo chegar a ter até 30 produções originais do Brasil até 2021. Agora, a Netflix dá seus primeiros passos para investir também em outro grande mercado: a França.

A própria empresa divulgou em seu site oficial um comunicado informando que abrirá um escritório em Paris e que aumentará seu investimento no país. “Reed Hastings, CEO da Netflix, abrirá uma nova sede francesa no coração de Paris , que será lar de 40 funcionários e um espaço para toda a comunidade criativa. A Netflix aumentará significativamente seu investimento na França, com 20 novas produções francesas e parcerias com as principais instituições criativas francesas” informa o comunicado.

Diante do surgimento de tantos concorrentes – a Warner ainda está para lançar seu HBO Max, por exemplo –, é compreensível que a Netflix invista para expandir seu domínio e conquistar novos mercados, e criar produções originais de vários países que representam mercados importantes é uma estratégia para isso. Enquanto isso, serviços concorrentes como o Disney+ acabam sendo prejudicados pelo fato de seu conteúdo ser, por ora, exclusivo dos Estados Unidos, o que resulta em boa parte do público procurar assistir à produções como “The Mandalorian” por outros métodos.

Compartilhe: